Sensibilidade ISO

Nas câmaras digitais, a sensibilidade ISO é um indicador que mostra o quanto a luz proveniente da lente é ampliada na câmara.
A quantidade de luz que entra na câmara é determinada pela abertura e pela velocidade do obturador. Com base nesta quantidade, a luz é ampliada para criar uma imagem bem iluminada. A sensibilidade ISO representa o nível numérico desta ampliação. Por exemplo, ISO 200 é duas vezes mais sensível que ISO 100. Isto significa que a definição ISO 200 permite fotografar com a mesma luminosidade que com ISO 100, mesmo quando a quantidade de luz é metade.
Na realidade, na maioria dos modos, a sensibilidade ISO é determinada automaticamente pela câmara em função das condições em que está a fotografar. No entanto, nos modos P/A/S/M, também é possível definir este valor manualmente, consoante as necessidades.
À medida que aumenta a sensibilidade, podem ser usadas velocidades do obturador mais rápidas, mesmo em situações de pouca luz, para reduzir as desfocagens causadas pelo movimento da câmara em condições de pouca luz ou o movimento do motivo em fotografia de desporto. No entanto, e uma vez que a luminosidade é ampliada eletricamente, fotografar com um valor elevado de sensibilidade ISO tende a resultar em mais ruído (grão) ou em perda de nitidez da fotografia.

[1] ISO: 3200[2] ISO: 800

As fotografias noturnas anteriores foram tiradas com a câmara na mão com ISO 3200 na [1] e ISO 800 na [2].
Ao definir uma elevada sensibilidade, evitou-se a desfocagem da imagem, mas a imagem do edifício ficou granulada na fotografia à esquerda.